terça-feira, 27 de julho de 2010

Cadê a minha força?

Eu ando me perguntando onde andam minhas forças... Nesses dias que se passaram eu estive e estou fraca, sem as forças que sempre tive. Quero deixar claro aqui, por acreditar que assim exorcizarei demônios que insistem a rondar a minha mente e pedir ajuda, mas aquela ajuda que me machuca ainda mais como fizeram nesses dias, uma ajuda real.


A minha faculdade está me matando e me deixando louca. Até agora, reprovei em duas matérias e estou pendurada numa terceira. Terei que atrasar meu curso todo para poder cursar essas matérias, mas só me falta um período... Isso me deixa triste.


Me sinto mais só que um andarilho no meio do deserto do Saara. Não tenho para onde correr, não tenho um braço para me aninhar nos dias que estou pior. Alguém para dar um carinho, dizer que tudo vai ficar bem que isso vai passar... Ninguém, me sinto tão só que meu coração fica pequeno. Menor do que ele já é.


Estou com um problema sério na família. Meu padrinho estar muito doente, segundo os médicos, ele tem menos de um ano de vida. Me preocupo muito com ele, pois a minha avó também está ficando doente, ela já tem quase 90 anos. Gosto demais dele, mesmo ele tendo feito o que fez... Não quero perder ele nessa circunstância. É, parece que o câncer anda me perseguindo...


Meu coração permanece com aquela plaquinha de aluga-se, mas eu quero, apenas, que uma pessoa o alugue. Que o compre, cuide dele... Não sei mais o que é um carinho, um afago, ele parece mais um iceberg como sempre foi...


Cansei... Hoje quase não saía da cama... Ela tem sido meu esconderijo, minha proteção... Por favor, me ajudem...

1 comentários:

FranckSalceBeck disse...

To Aqui minha princesa

Postar um comentário

Fale, quero ouvir a sua voz também.

 
;