terça-feira, 19 de junho de 2012

E O Amor Disse Não


E a triste luz do amor
Me guia até você
Através de todo esse vazio que se tornou meu lar
Mentiras de amor, cruéis
Me apresentaram a você
E naquele momento eu soube que eu estava sem esperança

Mate-me
Eu implorei e o amor disse não
Deixe-me
Para a morte e deixe-me ir
Mate-me
Eu chorei e o amor disse não
Mate-me
Eu chorei e o amor disse não

O amor é um túmulo gelado
Aberto por você
Jaz em um cemitério que leva meu nome
O amor é uma melodia violenta
De mim para você
Dilacera seu coração e te deixa sangrar com um sorriso em seu rosto

Mate-me
Eu implorei e o amor disse não
Deixe-me
Para a morte e deixe-me ir
Mate-me
Eu chorei e o amor disse não
Mate-me
Eu chorei e o amor disse não

E o amor disse não

A triste luz me tocou por você,
E naquele momento eu sabia que eu estava sem esperança… De novo!

Mate-me
Eu implorei e o amor disse não
Deixe-me
Pelo morte e deixe-me ir
Mate-me
Eu chorei e o amor disse não
Mate-me
Eu chorei e o amor disse não

E o amor disse não
E o amor disse não
---------------------------------------------------------------------
Mas um dia ele disse sim e hoje sou feliz.

1 comentários:

Leandro Leite disse...

Fico feliz que tenha sorrido pra você, as vezes ele demora, mas vem :}

Postar um comentário

Fale, quero ouvir a sua voz também.

 
;