sábado, 5 de fevereiro de 2011

E inicia-se uma nova onda de xenofobia

Após o apagão ocorrido ontem na região Nordeste (afetando 8 dos 9 estados), surge mais uma vez uma onda de xenofobia contra os nordestinos...


Eu gostaria muito, mas muito mesmo, de entender o porque dessa onda de preconceito. O povo nordestino não tem culpa se ocorreu uma defeito em um subestação entre Pernambuco e Bahia ou se o sistema isolou a região para não ocorrer um blecaute nacional.


Pergunto as pessoas que praticam a xenofobia, o que os nordestinos fizeram com vocês para terem tanto ódio? Pois, pelo que eu me lembre, eu não fiz nada contra ninguém. E se eu fiz, peço desculpas, não foi a intenção. O interessante é que muitos e muitos nordestinos ajudaram a construir as cidades/estados que tem uma séria aversão aos mesmos. 


Queria lembrar a vocês que o povo nordestino já foi escravizado pelos coronéis, já sofreu com o cangaço, enchentes, com a seca e com tantas coisas e sempre mantemos a cabeça erguida e vamos matando um leão por dia, comendo a comida que compramos com nosso suor. Infelizmente, as vezes temos que sair da nossa terra e ir para o sul e sudeste tentar a vida.


O mais interessante é que o NE, mais especificamente Pernambuco, tem o maior parque tecnológico do Brasil em faturamento e número de empresas; temos, só no NE, o maior número de autores consagrados da literatura brasileira (Graciliano Ramos, Manuel Bandeira, Augusto dos Anjos, Rachel de Queiroz, ...), com direito a uma ucraniana que escolheu o Recife como sua casa de infância (Clarice Lispector). Temos vários artistas plásticos conhecidos mundialmente (vide Franscisco Brennand, Romero Britto e Mestre Vitalino). Também temos, aqui nessa terra seca e árida, personalidades musicais que redefiniram o conceito de música no Brasil (quem não lembra do manguebeat de Chico Science ou da bossa nova de Dorival Caymmi ou o baião de Luiz Gonzaga ou cantou Guita de Raul Seixas?). Fazemos o Brasil todo rir com nossos comediantes importados do Ceará e de Pernambuco (Cinderela - Jaison Wallace- a 'ajudante' da Eliana em seu programa, Renato Aragão - o eterno Didi -, Chico Anisio entre outros).  No NE também se encontra uma das melhores faculdades de física do Brasil que recebe, anualmente, vários estrangeiros para fazer suas graduações. Em Recife temos o aeroporto mais moderno do Brasil, o qual não precisará de reformas para a copa de 2014.


Apesar de tudo isso que citei, sou obrigada a ler no twitter que os nordestinos são preguiçosos por conta da atitude de um nordestino que se encontra no Big Brother. Desafio as pessoas que pensam isso trabalhar, como nós, embaixo de um sol quente com uma sensação térmica de 35 graus ou perto disso, com a nossa alegria e simpatia. Quero ver ter que pegar ônibus lotado nesse calor e não passar mal e ainda ter dinheiro para ajudar um pedinte. Quero ver ter que perder o sotaque para poder conseguir um emprego na TV, ter que mudar a vida para não sofre com um preconceito idiota e sem razão de outros estados. Ainda somos preguiçosos?


Felizmente, a psicologia explica esse tipo de comportamento. Ele é típico de pessoas frustradas que descontam a sua raiva nos mais "fracos" (francos? Sobrevivemos a secas que duram anos e ao cangaço e ao coronelismo e ainda somos fracos??) para aliviar as suas frustrações. Já vi muita gente com atitude assim se dobrar quando conhece melhor...


São por essas e outras atitudes que perco a fé na humanidade. Como iremos 'evoluir' com essa atitude? No meu ponto de vista, só temos a regredir até voltarmos a nos enfrentar com paus e pedras.

2 comentários:

FranckSalceBeck disse...

Bravo! Bravíssimo! òtimo texto! tem que ser muito divulgado!

MárDan disse...

Maravilhoso! Faço questão de divulgar!!!

Postar um comentário

Fale, quero ouvir a sua voz também.

 
;