sexta-feira, 9 de abril de 2010

Filme do dia: Control

Hoje me dei ao luxo de caminhar lentamente, saí pensando na vida. Lembrei que faz muito tempo que não faço algo comigo mesma, amanhã, sim, amanhã, farei algo. Sinto que em algum momento ficarei acompanhada, mas a principio ficarei comigo.


Ontem não foi uma noite fácil. Por volta da uma da manhã, ligo aos prantos para o meu amor, Rodrigo. Ele ficou preocupado, mas eu precisava desabafar com alguém. Liguei para umas duas outras pessoas, mas não me atenderam, também né, a hora não era tão cedo assim. Queria que ele morasse mais perto de mim, pois eu estaria nos braços dele no momento.


Ele foi meu paraíso no meio do inferno. A voz dele me acalmou, fez com que eu pensasse, respirasse... Ao fundo tocava Interpol. Parei de chorar, pude sentir ele deitado na cama comigo, abraçados. Depois dele só existem duas pessoas que me sinto segura como me senti ontem. E olha que ele está a, mais ou menos, 750km de mim. Nosso amor a gente inventa né?


Hoje, eu pedi a ajuda das pessoas da minha sala da faculdade. Eu, na minha inocência, pensava que estudava com seres humanos (tirando dois ou três gatos pingados), mas hoje eu vi que estudo com animais. As pessoas não tem a capacidade de entender que alguém precisa parar para cuidar da saúde. Foi pedir ajuda pra alguém dizer: mas a gente tem que votar nisso e naquilo... 


Me dei ao luxo, também, de não trabalhar hoje. Ainda bem que meu chefe me entende bem. Resolvi ver um filme que a tempos baixei e não assisti. Ele se chama "Control - The Movie" ou em português "Controle - a História de Ian Curtis". O título é explicativo, trata da cinebiografia do líder da banda Joy Division, o enigmático Ian Curtis.


Cara, muito bem feito! Quem é fã da banda conhece a história dele. Se eu já gostava da "entidade" depois do filme me apaixonei. Todo em preto e branco, muita música... Perfeito!


Ele me fez pensar se tudo está, realmente, sobre controle. E eu digo, não está sobre controle. Agora, irei descansar e botar as coisas sobre controle.


Na Veneza Brasileira, 21:21

1 comentários:

Romero disse...

linda, não espere nada das pessoas. Espere apenas estar pronta para qualquer desafio, e se não estiver. Brinque com as estrelas. Espero poder te ajudar um dia...bjos..

Romero

Postar um comentário

Fale, quero ouvir a sua voz também.

 
;