segunda-feira, 26 de abril de 2010

Divagações de um coração



Me sinto orgulhosa de mim. Pela primeira vez em meses que posso ouvir uma música (Equalize da Pitty pra ser mais exata) e não sinto nada. Explico melhor, essa era a música que embalava o meu namoro, fase da minha vida que acabou a mais de um ano... Pelo menos meu namoro com essa pessoa. Fiquei destruída, nem podia ouvir essa música que me acabava em lágrimas.


Agora posso ouvi-la e não chorar, posso canta-lá novamente e não ter uma lembrança. Mas, logo no momento que eu orgulho de ter te esquecido essa pessoa mas, ela reaparece e quer que eu abra meus braços pra ti. Desculpa, mas não acha que você devia não ter voltado? Voltei a cuidar de mim, minha saúde física e mental, prestar atenção a minhas roupas, meu cabelo, ter uma vida normal. Uma vida sem essa pessoa, e o melhor, uma vida feliz sem ela, coisa que nunca imaginei ter.


Deixe-me contar uma coisa. Eu conheci essa pessoa a uns dois anos e em uma semana começamos a namorar. Acho que esse foi meu erro, me apressei demais, deixei a paixão/encantamento falar mais alto. Talvez esse não tenha sido meu erro... Bem, estava feliz, sim, eu estava, era uma experiência nova como se fosse um novo tipo de droga, sei lá! Não sei explicar. Whatever, quem já se apaixonou perdidamente por alguém sabe do que eu digo. Passamos 4 a 5 meses juntos... Mas meu namoro acabou mesmo no dia 17 de abril de 2009, no dia do show do Motörhead, no dia em que fui trocada por um computador e chorei rios e rios. Estranhamente, foi o dia que eu mais me diverti, pude ver 3 bandas que gosto tocando e conheci pessoas novas. 


Quando assumimos mesmo que o namoro havia acabado, coisa que eu ainda tinha esperança que não acontecesse, caí depressiva. Não tinha vontade de fazer nada, chorava todos os dias, me machucava, queria morrer. Procurei ajuda, não aguentava mais viver assim. Me tratei com uma psicoterapeuta durante alguns meses até ficar estável. Depois disso, fui viver. 


O primeiro passo foi cortar o cabelo que ele tanto gostava e brigava quando eu aparava as pontas. De um cabelo que batia no meio das costas, passei a ter um cabelo que batia acima dos ombros. Outra mudança, não tão boa, foi o fato que comecei a emagrecer como uma louca, até agora não consegui recuperar os quilos perdidos. Sim, eu perdi, nessa brincadeira, coisa de mais de 10kg.


Voltei a sair, beber, conhecer pessoas, sorrir mais. As vezes tinha crises causadas por aparições súbitas dessa pessoa, querendo ou não, ainda pensava nela. Mas agora isso é passado, tenho uma nova luz para meus olhos. Uma não, várias luzes. Fiquei mais feliz, mais animada, tinha o motivo pra sorrir. Estava bem, mas HOJE ele reapareceu, depois de mais de um mês sumido.


Minha primeira reação foi de muita raiva, muita raiva mesmo. Com que direito ele tem de voltar e vim bagunçar a minha vida de novo? Logo agora que encontrei alguém com quem eu posso compartilhar, alguém que demonstra se importar comigo, coisa que ele nunca fez, só fazia quando eu ligava chorando querendo me matar? Mesmo que esse alguém não me veja com os mesmos olhos que o vejo, eu já me contento, já me sinto bem.


Ele reapareceu logo no momento que a minha vida está, aos poucos, voltando aos eixos. Mas não irei deixar bagunça-lá novamente, a única coisa que quero dele são as minhas coisas de volta, só isso. Se ele quer algo de mim? Não sei, mas se quer, porque ele não vai procurar aquele joguinho online pelo qual ele me trocou?


O meu coração já foi feito de bolinha muitas vezes e dessa vez eu decidi só dá atenção a quem gosta de mim e a mais ninguém.

4 comentários:

FranckSalceBeck disse...

Lindo! Força e determinação! Não deixe que este sem noção estrague o teu recomeço, é pra frente que se anda! Beijos e estou contigo.

Ela é APENAS uma Menina. disse...

Lindo texto de desabafo, jah me encontrei na mesma situação que você... E permita-se ser feliz com uma nova pessoa, digo por experiencia própria, não adianta querer colar os cacos do que um dia foi destruido e nem sequer pensou na consequencia que iria te causar...
C'est la vie!

Ps.: Estava vagando pela net e achei teu blog, muitoo fofo ele ^^

Ela é APENAS uma Menina. disse...

Ownn que bom que também gostou do meu ^^

E espero que consiga alcançar sim, a FELICIDADE!

Beijos Flor
~~
*

Alice disse...

Querida Amanda,
Viajei um tempão, fiquei sem net em casa outro tanto, mas não dá pra ficar sem ler o seu blog. To com saudades de vc! Beijo grande!

Postar um comentário

Fale, quero ouvir a sua voz também.

 
;